Clique abaixo para nos ajudar
Conectar-se

Esqueci minha senha

Estamos no Facebook
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 468 em 1/3/2012, 10:43
CONEXÃO MYSQL EM SITES

25/7/2018, 16:28 por AMELIO

BOA TARDES A TODOS
ESTOU TENTO UM PROBLEMINHA QUE QUANDO FAÇO A CONEXÃO MYSQL EM SERVIDOR  


Comentários: 0

COMO ESTÃO DESENVOLVENDO EM WEB?

22/8/2016, 10:48 por AJC

Pessoal, já lí sobre vários topicos aqui no forum sobre desenvolvimento web
mas ainda nada …

Comentários: 3

TRY BEGIN E FLOCK()

17/4/2017, 10:32 por AJC

Pessoal estou tendo alguns problemas de gravação em rede, estou usando
try begin, mas vi algo na …

Comentários: 1

DESENVOLVIMENTO EM REDES

4/3/2017, 18:45 por AJC

Pessoal tem ou conhece livros ou material para programação em
redes usando banco de dados nativo …

Comentários: 1

ACESSAR WEBSERVICE COM HTTPS

5/4/2018, 14:48 por AJC

Pessoal recebi este material em C# preciso fazer esta função em vfp9

YourBeanService port = new …

Comentários: 0

Estatísticas
Temos 7095 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Robson0

Os nossos membros postaram um total de 12261 mensagens em 1555 assuntos

Tipos de Comandos

Ir em baixo

Tutorial Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 24/7/2009, 16:34

DML - Linguagem de Manipulação de Dados
A DML (Data Manipulation Language - Linguagem de Manipulação de Dados) é um subconjunto da linguagem usada para selecionar, inserir, atualizar e apagar dados.

- SELECT: Comanda e permite ao usuário especificar uma query como uma descrição do resultado desejado.
- INSERT: Usada para somar uma fila (formalmente uma tupla) a uma tabela existente.
- UPDATE: Muda os valores de dados em uma fila de tabela existente.
- DELETE: Permite remover filas existentes de uma tabela;
- BEGIN WORK (ou START TRANSACTION, dependendo do dialeto SQL): Usado para marcar o começo de uma transação de banco de dados que pode ser completada ou não.
- COMMIT: Envia todos os dados das mudanças permanentemente.
- ROLLBACK: Faz com que as mudanças nos dados existentes desde que o último COMMIT ou ROLLBACK sejam descartadas.

Obs: COMMIT e ROLLBACK interagem com áreas de controle como translação e locação. Ambos terminam qualquer translação aberta e liberam qualquer cadeado ligado a dados. Na ausência de um BEGIN WORK ou uma declaração semelhante, a semântica de SQL é dependente da implementação.

======================

DDL - Linguagem de Definição de Dados
Uma DDL (Data Definition Language - Linguagem de Definição de Dados) permite ao usuário definir tabelas novas e elementos associados.
A maioria dos bancos de dados de SQL tem extensões proprietárias no DDL.

- CREATE: Cria um objeto (uma Tabela, por exemplo) dentro do base de dados.
- DROP: Apaga um objeto do banco de dados.
- ALTER: Usado por alguns sistemas de banco de dados para permitir ao usuário alterar um objeto, por exemplo, adicionando uma coluna a uma tabela existente.

======================

DCL - Linguagem de Controle de Dados

O DCL (Data Control Language - Linguagem de Controle de Dados) controla os aspectos de autorização de dados e licenças de usuários para controlar quem tem acesso para ver ou manipular dados dentro do banco de dados.

- GRANT: Autoriza ao usuário executar ou setar operações.
- REVOKE: Remove ou restringe a capacidade de um usuário de executar operações.


Última edição por Marcos Guedes em 8/1/2010, 14:43, editado 3 vez(es)

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 10:53

Tipos de Tabelas

- MyISAM: Tipo de tabela baseada no código ISAM possuindo várias extensões úteis, onde o índice é armazenado em um arquivo com extensão .MYI (MYIndex), e os dados são armazenados em um arquivo com a extensão .MYD (MYData)[i]. Você pode verificar/reparar tabelas MyISAM com o utilitário myisamchk.

- Merge [i](também conhecida como tabela MRG_MyISAM)
: Coleção de tabelas MyISAM idênticas. Você só pode fazer SELECT, DELETE, e UPDATE da coleção de tabelas. Ao fizer um DROP numa tabela MERGE, você só está apagando a especificação de MERGE.

- HEAP: Utilizam hashing 100% dinâmico sem áreas em excesso. Não há espaços extras necessários para listas livres. Tabelas HEAP também não têm problemas com deleção + inserção, o que normalmente é comum em tabelas com hash:

- InnoDB: Provê o MySQL com um mecanismo de armazenamento seguro com transações (compatível com ACID) com commit, rollback, e recuperação em caso de falhas. InnoDB faz bloqueio a nível de registro e também fornece uma leitura sem bloqueio em SELECT em um estilo consistente com Oracle. Estes recursos aumentam a performance e a concorrência de multi-usuários. InnoDB é o primeiro gerenciador de armazenamento no MySQL que suportam restrições FOREIGN KEY.

BerkeleyDB ou BDB: Disponível em http://www.sleepycat.com/ tem favorecido o MySQL com um mecanismo de armazenamento transacional. Tabelas BDB podem ter maior chance de sobrevivência a falhas e também são capazes de realizar operações COMMIT e ROLLBACK em transações.

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 11:46

Tipos de Campos

Tipos numéricos: Podem se dividir em dois grandes grupos, os que estão em vírgula flutuante (com decimais) e os que não.

- TinyInt: Número inteiro com ou sem sinal.
Com sinal a margem de valores válidos é desde -128 até 127.
Sem sinal, a margem de valores é de 0 até 255.

- Bit ou Bool: Um número inteiro que pode ser 0 ou 1.

- SmallInt: Número inteiro com ou sem sinal.
Com sinal a margem de valores válidos é desde -32768 até 32767.
Sem sinal, a margem de valores é de 0 até 65535.

- MediumInt: Número inteiro com ou sem sinal.
Com sinal a margem de valores válidos é desde -8.388.608 até 8.388.607.
Sem sinal, a margem de valores é de 0 até 16777215.

- Integer, Int: Número inteiro com ou sem sinal.
Com sinal a margem de valores válidos é desde -2147483648 até 2147483647.
Sem sinal, a margem de valores é de 0 até 4.294.967.295.

- BigInt: Número inteiro com ou sem sinal.
Com sinal a margem de valores válidos é desde -9.223.372.036.854.775.808 até 9.223.372.036.854.775.807.
Sem sinal, a margem de valores é de 0 até 18.446.744.073.709.551.615.

- Float: Número pequeno em vírgula flutuante de precisão simples.
Os valores válidos vão desde -3.402823466E+38 até -1.175494351E-38,0 ou desde 175494351E-38 até 3.402823466E+38.

- xReal, Double: Número em vírgula flutuante de dupla precisão.
Os valores permitidos vão desde -1.7976931348623157E+308 até -2.2250738585072014E-308, 0 e desde 2.2250738585072014E-308 até 1.7976931348623157E+308.

- Decimal, Dec, Numeric: Número em vírgula flutuante desempacotado. O número armazena-se como uma cadeia.

===========================

Tipos de data: Na hora de armazenar datas, o MySQL não verifica de uma maneira restrita se uma data é válida ou não. Simplesmente comprova que o mês está compreendido entre 0 e 12 e que o dia está compreendido entre 0 e 31.

- Date: Tipo data, armazena uma data.
A margem de valores vai desde o 1 de Janeiro de 1001 ao 31 de dezembro de 9999.
O formato de armazenamento é de ano-mes-dia.

- DateTime: Combinação de data e hora.
A margem de valores vai desde o 1 de Janeiro de 1001 às 0 horas, 0 minutos e 0 segundos ao 31 de Dezembro de 9999 às 23 horas, 59 minutos e 59 segundos.
O formato de armazenamento é de ano-mes-dia horas:minutos:segundos.

- TimeStamp: Combinação de data e hora.
A margem vai desde o 1 de Janeiro de 1970 ao ano 2037.

- Time: Armazena uma hora.
A margem de horas vai desde -838 horas, 59 minutos e 59 segundos.
O formato de armazenamento é 'HH:MM:SS';

- Year: Armazena um ano.
A margem de valores permitidos vai desde o ano 1901 ao ano 2155.
O campo pode ter tamanho dois ou tamanho 4 dependendo de se queremos armazenar o ano com dois ou quatro algarismos.

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 11:59

Tipos de cadeia

- Char( n ): Armazena uma cadeia de longitude fixa. A cadeia poderá conter desde 0 até 255 caracteres.

- VarChar( n ): Armazena uma cadeia de longitude variável.
A cadeia poderá conter desde 0 até 255 caracteres.
Dentro dos tipos de cadeia pode-se distinguir dois subtipos, os tipo Text e os tipo Blob (Binary Large Object).
1. Text: Ordena-se sem ter importância as maiúsculas e as minúsculas e no tipo.
2. Blob: Ordena-se tendo em conta as maiúsculas e minúsculas.
Os tipos blob utilizam-se para armazenar dados binários como podem ser ficheiros.

- TinyText e TinyBlob: Coluna com uma longitude máxima de 255 caracteres.

- Blob e Text: Texto com um máximo de 65535 caracteres.

- MediumBlob e MediumText: Texto com um máximo de 16.777.215 caracteres.

- LongBlob e LongText: Um texto com um máximo de caracteres 4.294.967.295.
Devido aos protocolos de comunicação os pacotes podem ter um máximo de 16 Mb.

- Enum: Campo que pode ter um único valor de uma lista que se especifica. O tipo Enum aceita até 65535 valores diferentes;

- Set: Um campo que pode conter nenhum, um ou vários valores de uma lista. A lista pode ter um máximo de 64 valores.

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 12:03

Alterando campos da tabela

- Alterando o campo "nome" da tabela Acervo::
Código:
ALTER TABLE Acervo MODIFY nome varchar(40);
- Inserindo uma nova coluna com nome "data_lancamento".
Código:
ALTER TABLE Acervo ADD data_lancamento date;
- Removendo uma coluna com nome "data_lancamento".
Código:
ALTER TABLE Acervo DROP data_lançamento;

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 13:01

Carregando uma tabela a partir de um arquivo texto.

Crie um arquivo texto arquivo.txt contendo um registro por linha, com valores separado por tabulações e na mesma ordem em que as colunas foram listadas na instrução CREATE TABLE. Caso você não saiba que informação colocar em algum campo, você pode usar valores NULL.
Para representá-lo em seu arquivo texto, use \N (barra invertida N maíusculo).
Código:
mysql> LOAD DATA INFILE "arquivo.txt" INTO TABLE Acervo;

Usando campo de auto icremento:
Código:
CREATE TABLE locadora(cod_filme int AUTO_INCREMENT, nome VARCHAR(20), gênero VARCHAR(20), censura INT, duração TIME,

PRIMARY KEY(cod_filme));

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 16:58

Algumas funções interessantes:

- CURDATE(): Retorna o valor da data atual (data do sistema).

- DATEDIFF(data1, data2): Retorna a diferença, em dias, entre duas datas (data1-data2).

- MONTH(data): Retorna o mês de uma campo do tipo date.

- ROUND(numero_flutuante): Arredonda para o número mais próximo. Seu comportamento quando o argumento está no meio do caminho entre dois inteiros depende da implementação da biblioteca C.

- TRUNCATE(X,D): Retorna o número X, truncado para D casas decimais. Se D = 0, o resultado não terá ponto decimal ou parte fracionária:


Mais funções para manipulação de campos date/time:
http://dev.mysql.com/doc/refman/4.1/pt/date-and-time-functions.html

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por hugo em 11/1/2010, 18:32

eh fi

acho que este tuto vai ter que continuar, hehehe

valeu

_________________
"A tristeza é a falta de alegria, mais sem ela eu não poderia entender a alegria do fato de que a felicidade existe!"
Helio Leites - https://www.youtube.com/watch?v=3NUEXX_yOL0
avatar
hugo
Usuário 5 Estrelas
Usuário 5 Estrelas


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 11/1/2010, 19:01

@hugo escreveu:eh fi

acho que este tuto vai ter que continuar, hehehe

valeu
na verdade, muita coisa vai ter que continuar quando começarmos o projeto.
Very Happy

Este tutorial é um deles.
Smile

_________________
Marcos Guedes - Programador e desenvolvedor Web.


Visite o nosso portal:
http://portal.programacaobrasil.com

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Brunoads em 4/3/2010, 13:53

Sobe !
avatar
Brunoads
Começando a Participar
Começando a Participar


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum